sábado, 8 de junho de 2013

Mitos e Verdades

Conheça mitos e verdades sobre a gripe e previna-se contra este mal

  • Segundo a OMS, as infecções respiratórias constituem a maior causa de consulta aos serviços de saúde, principalmente entre crianças até cinco anos, em qualquer época do ano
Todo ano é a mesma coisa, muda a estação, os dias esfriam e a gripe aparece antes mesmo que comece a campanha de vacinação.
Segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde), as infecções respiratórias constituem a maior causa de consulta aos serviços de saúde, principalmente entre crianças até cinco anos. E isso em qualquer época do ano.
Porém, com a queda da temperatura, cresce a incidência destas doenças, que se mantêm entre as principais causas de internação no país. Além da gripe, causada por vírus, o problema é agravado porque 30% dos brasileiros apresentam complicações alérgicas, como rinite e bronquite, no outono/inverno.

Uma das razões é que o frio inibe a movimentação dos cílios presentes nas vias respiratórias. Dessa forma, eles não realizam adequadamente seu trabalho de aquecer e filtrar o ar que entra no corpo, aumentando a possibilidade de micro-organismos se instalarem.
Além disso, sabe-se que o vírus da gripe sobrevive por mais tempo em ambientes secos, característica climática típica do inverno no Brasil. Por fim, as pessoas ficam mais tempo em locais fechados, potencializando a transmissão.
Veja os mitos e verdades:
Vale a pena tomar chá para ajudar na cura da gripe. PARCIALMENTE VERDADE: embora não existam estudos científicos que comprovem a eficácia de chás no combate à gripe, sabe-se que alguns tipos aliviam os sintomas como chás de hortelã, menta, alho, mel e limão, por exemplo. "A menta tem poder expectorante, o alho e o mel estimulam o sistema imunológico", diz Angela Beatriz Lana. "O chá quente provoca uma vasodilatação local que minimiza a sensação de desconforto, melhora o aporte de oxigênio e nutrientes necessários para o corpo reagir e permite a reposição de células. Além disso, fluidifica as secreções, auxiliando sua eliminação e atenuando a congestão", conclui o clínico geral e coordenador do SalomãoZoppi Diagnósticos, Eduardo Finger 

Segundo a OMS, o surto de gripe aviária da China não é motivo para pânico. VERDADE: "A OMS (Organização Mundial de Saúde) está vigilante em relação ao rastreamento e à disseminação do vírus H7N9 na China, e várias medidas estão sendo tomadas para impedir sua propagação, inclusive com colaboração internacional", assegura Angela Beatriz Lana, otorrinolaringologista pelo Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), médica na Comunidade Europeia pela Universidade do Porto, em Portugal. A vacina para a gripe aviária, vale informar, ainda não foi desenvolvida 
Gripe é uma coisa, resfriado é outra. VERDADE: ambos são infecções das vias respiratórias, porém a gripe só é causada pelos vírus A e B (influenza), enquanto os resfriados são provocados por centenas de vírus. Outra diferença diz respeito aos sintomas: no segundo caso, são sempre mais leves, com tosse, irritação na garganta, coriza, obstrução nasal e às vezes febre e dor de cabeça, com intensidade moderada e recuperação rápida. Já a gripe apresenta os mesmos sinais só que com mais gravidade; a febre, por exemplo, oscila entre 38ºC a 40ºC, além da conhecida dor no corpo. A duração também é muito maior: de três a 21 dias. "No resfriado, há uma discreta congestão nasal e irritação de garganta, que na maioria das vezes não impedem as atividades normais do indivíduo. Na gripe, observa-se uma queda no estado geral e vontade de não levantar da cama", diz a otorrinolaringologista Angela Beatriz Lana
Posso adoecer se ficar perto de uma pessoa gripada ou resfriada. VERDADE: a proximidade favorece a contaminação, pois os micro-organismos circulam no ar, em gotículas de secreção expelidas pela pessoa contaminada. Importante: apesar de a forma mais comum de transmissão ser de indivíduo para indivíduo, também é possível contrair a moléstia por meio de contato com objetos contaminados, como talheres e teclados de computador

A gripe é sempre uma complicação do resfriado. MITO: o resfriado pode ser detonado por mais de 200 tipos de vírus e tem características inflamatórias, manifestadas por coriza e espirro, por exemplo. Já a gripe é oriunda do vírus influenza, que chega ao organismo pelas mucosas e traz sintomas como febre alta, dores no corpo e indisposição geral. Então gripe não é um resfriado mal curado, ou vice-versa, já que são situações clínicas diferentes. "Enquanto o resfriado gera um quadro leve, a síndrome gripal é mais importante porque tem a presença de febre, tosse, dor no corpo. Ambos são virais, mas não evoluem de um para o outro", sustenta Andrea Sette, pneumologista e clínica geral do Hospital e Maternidade Rede D"Or São Luiz 
A vitamina C ajuda na prevenção da gripe. INCONCLUSIVO: "Várias pesquisas testaram e falharam em comprovar que a vitamina C previne gripes e resfriados", diz Eduardo Finger, coordenador do SalomãoZoppi Diagnósticos, doutor em Imunologia pela Tufts University School of Medicine. É o que mostraram alguns estudos conduzidos pelo Instituto Cochrane (Inglaterra), um deles divulgado este ano e com participação de mais de 10 mil voluntários: a incidência de gripe não diminuiu entre pessoas que ingeriram rotineiramente a suplementação em comparação com as que tomaram placebo. Por outro lado, em análise anterior, o Instituto concluiu que a vitamina ajuda a reduzir a duração dos sintomas. Quer dizer, usando o nutriente, não dá para garantir que a gripe não vá ocorrer, mas é provável que a infecção permaneça por menos tempo 

Sair do banho quente e se expor à friagem ou tomar sorvete no inverno ajuda a pegar gripe. MITO: não há comprovação científica que relacione tais atos com a contração do distúrbio. A infecção só acontecerá se o sujeito entrar em contato com o vírus. Idem para o medo de dormir com o cabelo molhado: o máximo que pode ocasionar é uma crise de rinite, já que a umidade favorece a proliferação de fungos que resultam em reação alérgica. "As variações bruscas de temperatura, em pacientes sensíveis que têm asma ou rinite, contribuem para um quadro desconfortável de congestão que, no entanto, não configura gripe ou resfriado", explica o clínico geral Eduardo Finger



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Banner Arte com Sabor