quinta-feira, 17 de outubro de 2013

Dores nas costas - Fisioterapeuta dá dicas de como evitar e aliviar este incômodo.

Dores nas costas. O que fazer?



Para que o corpo funcione em seu melhor estado de saúde, ele deve ser usado de forma que nenhum esforço seja impresso sobre os músculos, articulações, ossos e ligamentos. Para prevenir as dores nas costas, o evitar desse esforço deve-se tornar um modo de vida, praticando enquanto deitado, sentado, em pé, andando, trabalhando ou fazendo exercícios. Quando a posição do corpo está correta, os órgãos internos têm espaço suficiente para funcionar normalmente e o sangue circula mais livremente.

A má postura prejudica a boa aparência e causa dores. Só você poderá corrigi-la, aprendendo a viver com boa postura e mantendo os músculos mais fortes, tão necessários para proteger e sustentar suas costas que trabalham tanto. As dores nas costas, por serem muito freqüentes em nosso meio, são tidas como um mal comum. Muitas vezes, a procura de um fisioterapeuta só ocorre quando a doença já está avançada e pouco se pode fazer por ela. Portanto, em caso de dor ou qualquer alteração na coluna, um profissional capacitado é sempre recomendado. Uma vez estabelecido o diagnóstico, o tratamento específico será individualmente indicado.

Quando a dor estiver mais intensa, alguns cuidados caseiros podem auxiliar no alívio da dor:

° Utilizar-se de posições de alívio: utilize posições de relaxamento, como deitar de costas com pernas apoiadas sobre um almofadão ou sofá, ou com as pernas dobradas. 

° Aplicar no local da dor alguma forma de calor (bolsa de água quente, compressa quente ou banho de chuveiro) por 15 a 20 minutos. Mas não se esqueça: nunca na posição de barriga para baixo nem dobrando o corpo para frente! Ou seja, com a coluna reta!

A grande maioria dos casos de dores nas costas não necessitam de cirurgia, sendo resolvidos por um programa de fisioterapia, muita compreensão, pois trata-se, muitas vezes, de pacientes dolorosos crônicos que já visitaram vários profissionais, sem solução objetiva. Um enquadramento em programa de exercícios periódicos sob orientação de um fisioterapeuta, pelo menos nas fases iniciais, se faz necessário, assim como orientação alimentar para se evitar a obesidade.

Dr. Marcelo Nunes da Silva
Fisioterapeuta
 

fonte: http://www.itnet.com.br


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Banner Arte com Sabor