sábado, 15 de fevereiro de 2014

Óleo de cravo-da-índia


O óleo de cravo-da-índia é indicado para unhas fracas, combate micoses de unha, frieira e manchas brancas nas costas. É antisséptico, antibiótico, antiviral, antifúngico, anti-inflamatório, antiparasitário e analgésico. Massageado na gengiva do bebê, alivia as dores da dentição. Para isso deve ser diluído em um pouco de água, pois sozinho pode causar queimadura na boca do neném.



Óleo de cravo da índia

Para fazer o óleo de cravo, misture trinta gramas de cravo-da-índia com 200 ml de óleo de oliva ou girassol e cozinhe em banho-maria por uma hora. Deixe esfriar, coe e guarde em um vidro limpo e seco.

Extrato de cravo-da-índia

O extrato de cravo-da-índia acaba com fungos e traças. Dissolvido em álcool ou água, pode ser usado como aromatizante ambiental. Misturado com água, funciona como antisséptico bucal. Uma colher de chá do extrato em um copo de água serve para coceira nos órgãos genitais e nos casos de candidíase genital. Basta enxaguar o local duas vezes ao dia, pela manhã e antes de dormir. Alivia a coceira e ajuda a eliminar o prurido. O extrato puro serve também para coceiras em geral e picada de inseto.

Para fazer o extrato, misture em um vidro escuro 100 gramas de cravo-da-índia e um litro de álcool de cereais ou cachaça. Deixe guardado por no mínimo dois meses. Está pronto para usar quando o álcool fica marrom. Pode deixar os cravos dentro. Faça um furinho no vidro e use à vontade. 

Fonte: livro "A cura da cândida: Eu consegui. Você também pode", página 112 - 
       
              http://www.curapelanatureza.com.br



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Banner Arte com Sabor