segunda-feira, 28 de abril de 2014

Ioga: o que acontece com seu corpo e sua mente durante e depois da prática

Descubra como essa antiga forma de exercício vence o stress e revigora físico e mente.

A prática da ioga traz benefícios para o corpo e a mente.
Foto: Getty Images

Cérebro


O que parece ser um início lento - respirar profundamente, inspirar e expirar - desperta o córtex pré-frontal, uma região importante do cérebro para o pensamento superior. Você fica mais inteligente: em um estudo, as pessoas pontuaram mais em testes cognitivos após 20 minutos de ioga.

Seu foco intenso ajuda a acalmar a amígdala, que possui um papel significativo nas emoções. Isso significa mais controle sobre sentimentos como a raiva e o medo.
Ao mesmo tempo, o nível de substâncias químicas do cérebro que afetam a felicidade, como o Gaba (ácido gama-aminobutírico), pode subir, fazendo da ioga um tratamento contra o mau humor.


Sistema nervoso



O trio respiração, foco e movimento aciona o sistema nervoso parassimpático, ou o "descansa e digere", antídoto para a resposta ao stress de "luta ou fuga". O nervo vago, uma das rodovias neurais do seu corpo, envia mensagens relaxantes a todos os seus órgãos. Ahhh...



Pulmões e coração



A respiração abdominal ajuda seus pulmões a se expandir melhor e aperfeiçoa a entrada de oxigênio. O efeito da prática regular de ioga diminui sua frequência cardíaca de repouso - mesmo depois da aula.






Hormônios



O stress aumenta a secreção de cortisol pelas glândulas suprarrenais, o que tem sido associado ao desejo por doces e alimentos gordurosos. Com a ioga, pode ser mais fácil resistir aos lanchinhos.



Sistema imunológico



Outro efeito do aumento da secreção de cortisol é a diminuição da resistência às infecções. Controlando o stress, você se sentirá mais preparada para combater infecções.



Equilíbrio e força



Você se desequilibra muito num primeiro momento, mas continue! Praticar ioga - mesmo que duas vezes por semana durante um mês - pode melhorar seu equilíbrio.

Encarar novas posições alonga seus músculos, tendões e tecidos conjuntivos em algo próximo à sua capacidade máxima. Repetir esses movimentos - sob o olhar atento de um profissional - melhora a força dos músculos do tronco e dos membros. E aumenta também sua flexibilidade, protegendo articulações de possíveis lesões.
Fontes: Fabio Sawada Shiba, neurologista e acupunturista da Fluyr Saudável, Clínica de Combate a Dor e ao Estresse, em São Paulo.
fonte: http://mdemulher.abril.com.br/



sábado, 26 de abril de 2014

Vestidos que emagrecem

Illusion dresses ajudam a disfarçar os quilos a mais !



Os illusion dresses viraram os queridinhos das famosas e não é à toa. Esses vestidos causam uma ilusão de óptica que favorece a silhueta, fazendo com que o corpo pareça mais magro do que realmente é.
O efeito acontece graças às laterais, que são mais escuras do que o resto da peça, e ajudam a disfarçar os quilinhos extras. Em alguns modelos, a lateral é branca ou deixa a pele aparente, garantindo o mesmo resultado.
Confira quais famosas já adotaram os vestidos com ilusão de óptica.






fonte: http://www.bolsademulher.com/



sexta-feira, 25 de abril de 2014

Banho nada básico

Luz especial, trilha sonora, sabonete que hidrata e outros truquezinhos... Transforme o momento no chuveiro em uma experiência de lavar a alma



Confira nossas dicas para transformar o seu banho em um momento único e lave a alma!
À luz de velas... 
Espalhe velinhas perfumadas pelo banheiro e estimule sensações: menta e eucalipto, por exemplo, melhoram a concentração; bergamota espanta a tristeza; gerânio e baunilha são reconfortantes. “Na meia-luz, o corpo libera endorfina, substância calmante, afirma Gabriela da Costa Tutiya, coordenadora do Kennzur Spa, em São Paulo. 

Solte o som 
Já experimentou ouvir música no chuveiro? Ela limpa o pensamento e manda os problemas para longe. “Aposte em trilhas que misturam jazz e lounge”, recomenda o DJ Igor Cunha, de São Paulo. Boas apostas: Bypass by Birth, de Sven Van Hees, e Desert [Thievery Corporation Mix], de Emilie Simon. 

Hidratação é tudo!
É no banho que a pele se renova. Por isso, não dá para usar qualquer sabonete. Opte por produtos com alto poder de hidratação, que limpam sem ressecar a pele. Dove é assim. Com pH neutro e . de creme hidratante, ele limpa e não danifica a hidratação da sua pele. Experimente diferentes variantes, como Esfoliação Diária, Manteiga de Karité e Baunilha, Ameixa e Flor de Cerejeira ou Original, e tenha uma sensação nova a cada banho. 


Vai uma bebidinha?
Dê um toque de ousadia ao seu ritual. Leve para o box ou para a beira da banheira um smoothie de frutas, que é ótimo para desintoxicar o corpo e deixar aquela sensação de refrescância. Desligue o chuveiro e tome o seu drink saudável antes de começar uma bela massagem.

fonte:http://mdemulher.abril.com.br/




quinta-feira, 24 de abril de 2014

Aumente sua autoestima e alcance todos os seus sonhos

O que faz uma mulher superar todas as dificuldades e alcançar seus objetivos? Amor-próprio. Esse é o ímã que atrai sorte e mil oportunidades de exercitar seus talentos.


Siga os sete passos e eleve sua autoestima!
Foto: Divulgação
A autoestima pode sofrer ataques, mas, se for sólida, conseguimos nos manter em equilíbrio. Apresentamos os sete pilares que sustentam essa força:

1. Família

Autoestima se aprende em casa. Se os pais (ou os adultos que cumprem essa função) nos amam, respeitam e acolhem nosso modo de ser em vez de nos criticar e desejar que sejamos diferentes, a tendência é crescermos com uma autoimagem positiva. Segundo a psicóloga Heloisa Fleury, coordenadora do Departamento de Psicologia do Instituto Sedes Sapientiae, em São Paulo, é possível identificar o legado do amor-próprio na mulher que sabe cuidar bem de si mesma, fazendo escolhas voltadas para o seu bemestar. Na visão da especialista, quando as necessidades básicas da criança – alimento, atenção, carinho, educação voltada para o convívio e a possibilidade de se expressar sem medo – não são atendidas, mais tarde podem surgir ansiedade, depressão, sentimentos de desvalia, dificuldade em manter relações. A autoestima fica destruída. Na vida adulta, dá para superar algumas feridas da infância e reconstruir o amor-próprio, mas isso exige empenho e terapia. “A tendência é que as marcas do passado – e as ideias a respeito de si e do mundo – tornem-se ‘verdades’ para o resto da vida”, diz a psicóloga. De todo modo, com o tempo a família de origem deixa de ser a única referência. Amigos, professores, parceiros podem nos incentivar a reconhecer nosso potencial, reformulando velhas crenças. Questione- as sempre. E, se sente falta de alguma aptidão, por que não tentar aprendê-la? Cuidado com a autocrítica exagerada. Seja mais generosa, habitue-se a conversar consigo mesma. Assim, poderá aceitar- se mais em vez de se recriminar.

2. Autoconhecimento

Só quem se conhece bem consegue construir uma autoestima elevada. Mas, afinal, o que é se conhecer bem? É investigar, com coragem, seus defeitos e, sem modéstia, suas qualidades, tornando-se sua melhor amiga. “A partir daí, resta saber aceitar ou tentar minimizar o que não pode ser mudado”, diz a psicodramatista Adelsa Cunha, presidente da Federação Brasileira de Psicodrama. É o que defende também a coach Regina Silva, da consultoria Gyrasser, em São Paulo. “Sem uma noção clara de nosso potencial e limite, ficamos muito vulneráveis às opiniões negativas. Baqueamos diante de conflitos e situações que nos desqualificam”, explica ela. Quebre essa lógica descobrindo estratégias para potencializar os pontos fortes e neutralizar os fracos. Para mapeá-los, tente este exercício: “Anote os comportamentos que a incomodam, verifique o que os provoca e busque formas de desativá-los”, sugere Regina. Por exemplo, se você se boicota adiando coisas importantes e quer mudar isso, verifique com que se distrai nesse momento e quais desculpas utiliza para os atrasos. Marque um prazo curto para realizar determinada tarefa – seja uma atividade do trabalho ou a visita ao dentista. O que importa é criar situações em que fique evidente se você conseguiu ou não atingir as metas determinadas. A cada pequena conquista, a satisfação cresce e a autopercepção aumenta. Aos poucos ganhará clareza sobre suas motivações íntimas, o que vai ajuda- lá a se libertar de comportamentos desfavoráveis e a adotar outros, mais alinhados com seus sonhos.

3. Inteligência

Autoestima também é uma questão de sentir-se capaz. Você a exercita toda vez que diz: “Eu posso”. Faça mentalmente um inventário das suas boas ideias. Vale aquele relatório do trabalho que foi elogiado pelo chefe, a solução que você deu para um conflito familiar ou a capa nova que bolou para o sofá, pois a inteligência se manifesta nas grandes e nas pequenas coisas que fazemos. Sentir-se autônoma é prodigioso. “Se eu acredito que consigo dar conta, avanço, me aventuro mais e inevitavelmente vou aprender novidades, inclusive sobre mim mesma, reforçando o circuito da confiança”, afirma Adelsa Cunha. A inteligência tem a ver com a capacidade de encontrar saídas para problemas cotidianos. Uma forma de potencializar essa força é observar os efeitos que ela causa ao nosso redor. Acostumadas com os próprios talentos, nem sempre os valorizamos na medida certa. Mas de repente alguém que olha de fora ou que foi beneficiado por uma iniciativa nossa aponta como essa criatividade destravou alguma encrenca do dia a dia ou aliviou as tensões de uma equipe. A inteligência aplicada ao cotidiano é muito produtiva, dá um toque de leveza e otimismo e mantém você com os pés no chão – e isso é importante. Porque quem abusa da autoconfiança pode dar passos maiores do que as pernas ou cair na arrogância. Autoestima é fundamental, mas não pode ser confundida com narcisismo ou egoísmo. Gostar de si combina muito com gostar dos outros, trocar ideias em vez de tentar impor as suas, enfim, usar to dos os dons a favor do bem comum.

4. Beleza

O segredo é aceitar quem você é, cuidar-se com carinho e ter um olhar generoso para seu corpo e sua história. Parece simples, mas para muitas mulheres a aparência é o ponto vulnerável da autoestima. O psicoterapeuta paulista Marco Antonio De Tommaso, que atende as agências de modelo Elite e L’Equipe, perguntou a 140 modelos que notas dariam, de 0 a 10, para seu rosto e corpo. A média foi 7,2 para o rosto e 6,3 para o corpo. “A esmagadora maioria, 92%, faria plástica se pudesse”, conta o psicólogo. Essa insatisfação, segundo ele, resulta de um padrão de beleza imposto por nossa cultura. Tommaso explica que a beleza pode ser definida de três modos: 1. ser bonita, que tem a ver com os traços do biótipo (formato dos olhos, espessura dos lábios, medidas proporcionais etc.), o que depende de genética e sorte; 2. estar bonita, que demanda produção (ginástica, alimentação, roupas, acessórios etc.), e isso exige nosso empenho; 3. sentir-se bonita, que está ligado à autoestima. Esta última é, segundo ele, a mais importante. “Às vezes, achamos uma pessoa linda, mas, conforme conversamos com ela, seu brilho desaparece. O contrário também acontece: aquela mulher que à primeira vista não chama a atenção vai nos cativando e se tornando extremamente atraente quando a conhecemos um pouco mais”, diz Tommaso. O segredo dela? Uma autoestima imbatível. Para conquistar isso, é preciso libertar-se dos padrões e desenvolver sua identidade estética. “Descubra aquilo que a torna única e aprenda a valorizar seus diferenciais”, aconselha o psicólogo.

5. Amigos

Eles confirmam que somos companhias interessantes toda vez que nos chamam para sair. Pelos olhos e comentários dos amigos, lembramos que somos engraçadas, que nosso ombro é valioso... enfim, que somos importantes. Para a psicodramatista Adelsa Cunha, o olhar carinhoso do outro é fundamental para a nossa autoimagem. Quem cultiva essa rede fraterna cria um ambiente propício às trocas afetivas, que fazem florescer o amor-próprio. Sem contar que uma amiga de verdade é um refúgio para as horas de dor, medo, tédio e tudo o que pode abalar nossa fé na vida ou em nós. “A presença solidária dos amigos funciona como um sinal de que merecemos ser amados”, diz Adelsa. Nem sempre nossos confidentes têm respostas para nossos dilemas. “M as o simples fato de oferecerem atenção produz fôlego novo”, afirma a terapeuta Fátima Cardoso, de São Paulo. E essa via é de mão dupla. Pode notar: quando nos sentimos meio desanimadas, basta uma amiga pedir nossa opinião para nos recompormos e nos distanciarmos de nossos problemas. Isso é bom para as duas. Amigos trazem novas perspectivas, enriquecendo nossa visão do mundo. Ficamos mais interessantes por causa deles. Basta lembrar o cinema, as conversas, as risadas, as viagens e até as brigas que temos com eles. Então, pense duas vezes antes de se fechar em casa quando o ego estiver meio ferido. O recolhimento às vezes é necessário, mas não o isolamento. Partilhar as emoções é um modo de digerir o que nos acontece. E nada como bons amigos para nos consolar ou nos fazer rir dos próprios dramas.

6. Amor

O afeto acende a nossa luz e nos oferece uma chance de evoluir. “Nos momentos em que estamos inundados de amor, tudo brilha. Melhoram a pele, o humor e o pique”, descreve a psicóloga Fátima Cardoso. Mas nem todos os relacionamentos cumprem esse papel. Quem nunca ouviu falar de amores demolidores, que só jogam a gente para baixo? Um alerta: a principal característica de toda relação destrutiva é a tentativa de um dos amantes de transformar o outro no que ele quer. “A tenção quando um namorado vive criticando suas iniciativas, seus amigos e seu jeito de ser”, observa Adelsa Cunha. E, se é você que não vê nada de bom no outro, por que permanece ao lado dele? “Se esse romance funciona como alimento ou ameaça, isso depende dos dois envolvidos, pois a relação é complementar”, explica Adelsa. Ficar reclamando dos homens não resolve. A questão é: por que você escolheu esse parceiro e, se já descobriu que ele é uma fria, o que está fazendo aí? Tenha coragem de botar o dedo na ferida, pois a mulher com autoestima baixa costuma se sabotar sem perceber. “Ela se contenta com menos”, afirma a psicodramatista. Quem se acha feia e pouco inteligente, por exemplo, poderá investir em relações complicadas só para provar que com ela nada dá certo. Uma terapia ajuda a desatar essa neura. Para Fátima, os amores construtivos surgem quando reconhecemos o nosso valor e também o do homem escolhido, admitindo as diferenças sem que isso desqualifique ninguém. Ao nos tornarmos boas companhias, aumentamos a chance de ser bem-amadas.

7. Reconhecimento

Não dá para negar: uma lustrada no ego é fermento para a autoestima. “Quando o que fazemos é valorizado pelos outros, isso nos fortalece. Vivemos em comunidade, e entender essa interdependência nos torna mais maduros”, afirma a consultora em relações humanas Teresa Campos Salles, da FranklinCovey Brasil, empresa de desenvolvimento pessoal, em São Paulo. Segundo ela, o reconhecimento promove um ciclo virtuoso. “A gente pensa: ‘Faço benfeito, sou reconhecida. Vou tentar fazer melhor para ser reconhecida novamente’. Só não vale ficar dependente de elogios. Nossas ações devem ser aprovadas, antes de tudo, por nossa consciência.” O reconhecimento que revigora é aquele que nos mantém conectadas ao que é importante também para nós, não só para os outros. “Uma excelente vendedora pode se tornar uma gerente de vendas apenas razoável, pois nesse cargo terá outras responsabilidades e será cobrada por elas. É possível que até ganhe mais, mas vai desviar o foco do que gosta de fazer e acabará desmotivada”, explica Teresa. Casa haja um descompasso entre os seus esforços e os resultados obtidos, analise se você está no lugar certo. E se, mesmo recebendo elogios, seu ânimo cai, redobre a atenção. “Pode ser um indício de que estamos nos desligando de nossa essência”, aponta a consultora. Quando o coração apertar, escute-o. Mude rotas se necessário.Tente libertar-se de ideais de sucesso que não são seus e reconheça os próprios desejos. Admirar-se é tão importante quanto ser admirada.
fonte: http://mdemulher.abril.com.br/



quarta-feira, 23 de abril de 2014

A sombra de cada signo: como lidar com as contradições e dualidades do zodíaco

As explosões típicas de áries, a rigidez de touro, o apego ao passado de câncer... A astróloga Jacqueline Cordeiro entrega como é o lado B de cada signo — e dá dicas de como encontrar o equilíbrio e recuperar o melhor de cada um.


Áries

A SOMBRA: A atitude excessivamente competitiva dos arianos é pano de fundo para o grande medo que têm do fracasso, que fere gravemente sua autoestima. Este medo é encoberto com a pressa, a impulsividade, a temeridade, em atitudes irrefletidas, na invasão do espaço alheio, em explosões de agresividade e na aceleração do ritmo natural dos acontecimentos.

A SOLUÇÃO: Deixar para traz sua autoindulgência e seu narcisismo juvenil (que tanto dificulta seu amadurecimento). Aprender a valorizar o sossego e o repouso para poder entender suas próprias limitações e temores.

O ECLIPSE SOLAR: Convida os arianos a reverem sua forma de pensar, evitando falar o que vem à cabeça, sempre tirando conclusões apressadas e usando de forma errada sua mente rápida e assertiva. Lembre-se: a pressa é inimiga da perfeição. Sua forma de agir impulsiva e destemidamente também deve ser controlada no trânsito. 

Touro

A SOMBRA: A rigidez e a incapacidade de expressar naturalmente sua energia emocional são grandes obstáculos para a felicidade plena do taurino. Esta dificuldade gera sentimentos de ira e raiva, teimosia, ambição e auto-preservação desmedida, com possessividade, ciúmes e cobiça.

A SOLUÇÃO: Aceitar seus defeitos e pedir ajuda, mostrando suas necessidades e carências. Deixar de lado seus mecanismos obsessivos de controle das emoções e parar de querer passar a todo tempo a imagem de pessoa estável e previsível. Há momentos em que é impossível manter esta postura sem nos agredirmos internamente.

O ECLIPSE SOLAR: Convida os taurinos a reverem sua relação com o dinheiro. Ser escravo dele é sofrer! Novas habilidades, que você nem sabia que tinha, estarão vindo à tona. Estes talentos deverão virar um hobby em sua vida. Assim, ela será mais prazerosa. 

Gêmeos

A SOMBRA: A necessidade constante de excitação mental para suprir seus vazios emocionais, dedicando-se vorazmente a colecionar dados — o que ocasiona esgotamento físico e mental. Sua imaturidade adolescente acaba levando-o a extremos de atividades. Sua recusa de aceitar seu lado emocional e entender que não conseguimos ser 100% racionais em nossas vidas.

A SOLUÇÃO: Precisa aprender a se calar para descansar seus reflexos mentais e, assim, desfrutar do silêncio e entender os anseios de sua alma. Aceitar que a vida às vezes é monótona e que a rotina faz parte dela.

O ECLIPSE SOLAR: Convida os geminianos a dar início a novos passos, inovar e agir de forma mais assertiva e menos dispersiva. Reavaliações emocionais também serão bem-vindas. 


Câncer

A SOMBRA: Seu presente cheio de memórias do passado, fazendo com que não avance, contaminando o agora com sensações de outros tempos. Sua excessiva necessidade de pertencer a algo (família, amigos, grupos) e sua dificuldade de se entregar a experiências da realidade fazem com que seu humor e sensibilidade beirem ao extremo — além de ser desconfiado quanto a tudo que é novo.

A SOLUÇÃO: Enfrentar suas emoções, entendendo que certos temores são relacionados a sua infância e não mais ao momento atual. Perder o medo de se entregar e aprender a arriscar sem tanta resistência. Criar sua própria família para ter a chance de exercer a maternidade ou paternidade.

O ECLIPSE SOLAR: Convida os cancerianos a trilhar o caminho do autoconhecimento e a se concentrar no presente. Haverá a necessidade da correção de pensamentos, emoções e rotas, para evoluir. 

Leão

A SOMBRA: Dificuldade de se desvincular de sua autoimagem, que é sempre muito grandiosa e impossível de ser alcançada. Estar sempre com um excesso de atividades, tendo problemas em ficar quieto e entrar em contato com seu interior. O fracasso profissional ou emocional, que leva a grandes crises, não entendendo que somos humanos e passíveis de falhas.

A SOLUÇÃO: Parar com o autoengano e se ver realisticamente. Isto poderá levá-lo à depressão ou somatização física, mas no final será terapêutico e favorável. Saber se expressar naturalmente, reduzindo seu nível de dramatismo e buscando uma atividade criativa que tranquilize seu coração e sua mente.

O ECLIPSE SOLAR: Convida os leoninos a mudar sua visão do futuro e dos projetos que envolvem outras pessoas. Situações confusas com amigos acontecerão — cuidado com o excesso de idealizações e com as ilusões. 

Virgem

A SOMBRA: Um dos seus maiores temores é o desprezo emocional, já que sente uma enorme insegurança nas relações afetivas. Por ser um signo excessivamente mental, tende a desconsiderar suas emoções, necessidades e carências. Esta raiva é vivida através de sentimentos de culpa e problemas intestinais.

A SOLUÇÃO: Reduzir seu radar, que é totalmente orientado para a compreensão mental de tudo, e deixar que suas emoções saiam sem nenhuma censura ou crítica. O silêncio é um bom caminho para que entenda que todos precisamos demonstrar e receber afeto, carinho... E que nem sempre a razão é a nossa melhor conselheira.

O ECLIPSE SOLAR: Convida os virginianos a estarem atentos com seus relacionamentos e sua interferência na vida profissional. Aprender a corrigir a tendência a vitimização nas relações, assim como idealizações, culpas e ilusões. 

Libra

A SOMBRA: A profunda dependência do outro faz com que não seja legítimo em suas ações, desejos e pensamentos. Estar aprisionado em ser o mais correto, diplomático e civilizado faz com que interiorize sua raiva e agressividade, que é direcionada para seu interior, provocando muita frustração e gastrite.

A SOLUÇÃO: Entender que em certos momentos "mostrar garras e dentes" é necessário e saudável, pois só assim conseguirá colocar limites contra a constante invasão dos demais e ser mais respeitado. Deixar de depender tanto do outro e passar a agir conforme suas próprias orientações.

O ECLIPSE SOLAR: Convida os librianos a dedicarem mais tempo e atenção a temas ligados aos estudos, idiomas, viagens e ampliação de horizontes. Abrir a mente por meio de novas filosofias de vida e conhecimento de novas religiões. 

Escorpião

A SOMBRA: Sua profunda e vulnerável sensibilidade, quase infantil, criada em seus conflitos sociais e familiares. Por não conseguir se entregar de forma verdadeira, cria uma máscara de ressentimento e vingança, que atinge a todos que, de alguma forma, o magoaram.

A SOLUÇÃO: Passar a confiar naqueles que estão ajudando você, entendendo que as pessoas fazem isso não por interesse ou motivos excusos, mas sim porque o amam. Expulsar todos os rancores para poder limpar seu coração e se tornar a pessoa amorosa que você tanto é, mas não consegue expressar.

O ECLIPSE SOLAR: Convida os escorpianos a terem cuidado com a mistura perigosa entre questões financeiras e afetivas, deixando-se seduzir por alguém que tem um valor ilusório, por uma quimera! 

Sagitário

A SOMBRA: Dificuldade para se comprometer com seu cotidiano e fincar os pés no chão. Entender que o compromisso não restringe a sua liberdade. Falta de estrutura para lidar com as crises existenciais, buscando atalhos mágicos, ao invés de enfrentar o presente doloroso com a devida paciência.

A SOLUÇÃO: Deixar um pouco de lado seu desejo compulsivo por aventura e se conectar mais com sua parte humana (mente sábia), para poder enfrentar a rotina do dia a dia. Procurar se tranquilizar e reduzir sua intensa energia através de atividades como yoga, meditação e natação.

O ECLIPSE SOLAR: Convida os sagitarianos a acertar os ponteiros de seu coração. Pode acontecer de se ver dividido entre dois amores. O dilema é ver se o que vai falar mais forte é o coração ou a razão. Acredite, nesta situação, a razão é mais lúcida! 


Capricórnio

A SOMBRA: O problema é nunca ter permitido ser uma autêntica criança, descontraída e brincalhona. Sua incapacidade de se divertir e relaxar faz com que se deprima com facilidade. Por debaixo de uma aparência séria e cheia de ambição, existe uma pessoa frágil que não aceita pedir ou receber ajuda.

A SOLUÇÃO: Deixar de lado este "pai interior" rigoroso, que exige deveres e compromissos o tempo todo e que geralmente é projetado em figuras de autoridade como chefes, pai, mãe, marido, esposa. Parar de fugir de relacionamentos que ajudam você a se sentir emocionalmente vivo, por medo de sofrer o abandono. Lembrando que seu regente, Saturno, por medo de ser destronado, comia seus filhos — um por um!

O ECLIPSE SOLAR: Convida os capricornianos a reverem seus conceitos e atitudes ligadas à sua saúde e qualidade de vida. É possível que se sinta cansado e deverá respeitar os limites físicos e mentais, buscando equilíbrio entre trabalho e lazer. 


Aquário

A SOMBRA: O ar impassível, frio e distante que lança sobre os demais e a dificuldade em demonstrar ternura e afeto. Apesar de ter valores humanistas e progressistas em sua mente, às vezes se mostra pouco humano com seu coração.

A SOLUÇÃO: Deixar de lado seu espírito crítico e rigoroso consigo mesmo e os demais, entendendo que somos humanos, passíveis de fraquezas e falhas. Aceitar sua rotina que, por vezes, pode ser limitante e monótona, desfrutando do dia a dia sem expectativas idealizadoras.

O ECLIPSE SOLAR: Convida a rever seus relacionamentos amorosos, sociais e profissionais. Poderá haver retorno de pessoas que foram emocionalmente importantes para você e questões a serem resolvidas com filhos e crianças. 

fonte: http://mdemulher.abril.com.br/









terça-feira, 22 de abril de 2014

3 passos para driblar a ansiedade

Em vez de se deixar imobilizar, identifique e enfrente os novos estopins da ansiedade que transformam a vida numa panela de pressão prestes a explodir


Caso sua mente se disperse, volte ao foco.
Foto: Getty Images

Ser autêntica

Olhar para si mesma e decidir o que realmente importa na sua vida. Desligar-se do corpo da top model, da carreira de sucesso da amiga, dos blogs que não teve tempo de visitar. “Para entrar em contato com sua essência e descobrir o que faz você ser única, autêntica, fique um momento em silêncio”, ensina a psicoterapeuta Isabel Labate. “Só parando é que você perceberá por que está perdida. E tem a chance de desacelerar. Ao parar, você cria respostas mais adequadas às situações”, ensina Regina Frave.

Agir hoje e já

Quando você tem milhares de missões (aquela lista de “tem quês”), procure não focar na dificuldade que será dar conta de tudo. Comece a agir. “Quando vivemos o presente, não pensamos nas aflições e mágoas do passado e minimizamos a ansiedade pelo que vai acontecer no futuro”, diz Márcia De Luca, autora do livro Ayurveda – A Cultura de Bem-Viver (Editora de Cultura). Como fazer isso? Focando em uma atividade de cada vez. Quando escovar os dentes, simplesmente escove os dentes; quando lavar louça, simplesmente lave a louça. Caso a mente se disperse, devolva o foco para aquela ação. É um treino. E como fica o futuro? Márcia sugere fazer uma lista de metas, com detalhes, escrevendo todas as ações como se já tivessem acontecido e acreditando que isso seja possível. Depois, desligue-se dela e volte ao que deve fazer já. “Se não vivermos o presente, a vida deixará de ser uma aventura e será apenas uma necessidade obsessiva de chegar a algum lugar ou fazer algo”, diz o conselheiro espiritual Eckhart Tolle, no livro O Poder do Agora (Sextante).

Descontrole do bem

Descentralizar sua vida e permitir que o marido, a babá, a colega do trabalho a substituam aqui e ali ajuda a descarregar o peso. “Achar que tem o controle da situação é ilusão”, avisa Bernard Rangé, professor de psicologia da Universidade Federal do Rio de Janeiro. “O controlador fica em vigilância, gasta energia e pode cair em exaustão.” Não se trata de jogar tudo para o alto. Pense em uma viagem. Você compra passagem, reserva hotel, organiza passeios. No meio dela, porém, pode ficar doente. O desafio é exercitar a flexibilidade para acomodar imprevistos.
fonte: http://mdemulher.abril.com.br/


quinta-feira, 17 de abril de 2014

Significado de Páscoa

O que é Páscoa:

Páscoa significa passagem. É a celebração mais importante da Igreja Cristã, onde se comemora a "Ressureição de Jesus Cristo". A Páscoa está inserida na Semana Santa, onde na "Sexta Feira Santa" é celebrada a crucificação de Jesus, e no "Domingo de Páscoa" se celebra a Ressurreição e sua primeira aparição para os seus discípulos.
O "Domingo de Páscoa" acontece após a primeira lua cheia que ocorre no início da primavera, no hemisfério Norte. A Páscoa é uma festa móvel, varia o dia a cada ano, a data é sempre comemorada entre os dias 22 de março e 25 de abril. A Páscoa é comemorada em vários países. Os espanhóis chamam a data de Pascua, os italianos de Pasqua e os franceses de Pâques.

Símbolos da Páscoa

Um dos símbolos da Páscoa é o coelho. O animal tornou-se símbolo porque, em tempos antigos, no hemisfério norte, a celebração era exatamente no fim do inverno e o início da primavera, quando os animais apareciam nos campos, com seus filhotes, era a época da fertilidade.
O ovo também é um símbolo da páscoa, pois representa o começo da vida. Vários povos costumavam presentear os amigos com ovos, desejando-lhes boa passagem para uma vida feliz..

O que é Ovo da Páscoa:

O Ovo da Páscoa é um ovo feito de chocolate normalmente recheado com surpresas. É um símbolo de nascimento e vida e está relacionado com a Páscoa comemorada
 pelos cristãos, pela representação da Ressurreição de Jesus Cristo, com a esperança de uma nova vida.


Presentear as pessoas com ovos é um costume antigo, comum entre os povos que habitavam a região do Mediterrâneo, do Leste Europeu e do Oriente. Durante as festividades realizadas com a chegada da Primavera, depois do Inverno, os ovos eram cozidos e pintados com desenhos lembrando as plantações que tinham início nesse período. A esperança de fertilidade do solo e de abundantes colheitas, eram representadas com a troca de ovos coloridos.
A arte de pintar ovos e presenteá-los entrou também nas festividades cristãs, onde se desenhava imagens de Jesus e de Maria, passando a representar o nascimento e a vida, simbolizando a Páscoa, com a Ressurreição de Jesus Cristo. Muitas culturas mantêm essa tradição até os dias de hoje.
Com o passar do tempo, o ovo de chocolate entrou para as tradições do período das festas da Semana Santa, e dar de presente um ovo de páscoa de chocolate, no domingo da Ressurreição virou costume da época.
Alguns autores acreditam que a tradição do ovo de chocolate surgiu depois do século XVIII, sendo uma invenção de confeiteiros franceses. Outra teoria afirma que os ovos de Páscoa ficaram mais populares com a revolução da indústria do chocolate, que aconteceu na Inglaterra, no século XIX.
Atualmente, muitas pessoas têm o costume de colorir ovos da páscoa e oferecê-los a pessoas importantes. Alguns historiadores afirmam que o hábito de oferecer ovos de galinha pintados surgiu no Antigo Egito, na Pérsia e em algumas tribos germânicas.
Em muitos países existe a tradição de esconder ovos de Páscoa para as crianças procurarem, um jogo muito popular para muitas crianças.
fonte: http://www.significados.com.br/

quarta-feira, 16 de abril de 2014

Moleco na Expo Noivas em Festa

Olá pessoal!
Moleco vai marcar presença na edição de aniversário do evento “Expo Noivas em Festa“, que será realizado entre os dias 1 e 4 de maio no Riocentro – Pavilhão 2, no Rio de Janeiro. Esta edição é especial porque marca os 20 anos de realização da Expo, que reúne fornecedores e profissionais do ramo de eventos para ajudar você a realizar seu aniversário, festa de 15 anos ou casamento dos sonhos.
Anote na agenda e programe-se para estar presente, os ingressos podem ser adquiridos diretamente no local. Procure pela Moleco no estande J – 20! Vamos apresentar nossos Bem Pensados, as lembrancinhas personalizadas e ecológicas que vão surpreender e encantar seus convidados!

Serviço:
Expo Noivas em Festa
Super Edição 20 anos
Data: 1 a 4 de maio
Local: Riocentro – Pavilhão 2
Horário: 14h às 22h


Para mais informações, acesse: www.exponoivas.com.br.
Informações sobre os Bem Pensados: www.lembrancinhasmoleco.com.br


Sorteio de Aniversário do Blog !

O Blog faz 1 aninho, mais quem ganha um presentão é você, participe e ganhe essa linda bolsa de franja da Hippie Massa Brazil.




Para participar:

1 - Ser membro seguindo o blog ali na lateral ;
2 - Curtir a página do blog aqui; 
3-  CURTIR a fanpage Miriam Flores Importados;
4- CURTIR a fanpage Hippie Massa Brazil;
4 - Clicar em COMPARTILHAR entrando na loja Airu aqui;
5 - Preencher o formulário ;

Fácil assim, quem quiser dessa vez tem 4 chances extras.

+ 1 CHANCE -  Assinar a Newsletter do Blog ali na lateral ;
+ 1 CHANCE- Entrar na loja da parceira aqui, e colocar na chance extra o produto que mais te agradou;
+ 1 CHANCE -  Compartilhar a imagem do sorteio publicamente e indicar 3 (três) pessoas no comentário da foto do sorteio;
+ 1 CHANCE - -Compartilhar em outra rede social ou blog;

Preencha novamente o formulário colocando o link para cada chance extra.

Informações:

-A ganhadora terá 2 dias para responder ao e-mail, se não responder, sortearei novamente.
- Cada participante só poderá participar do Sorteio com Apenas 1 Perfil. 
Caso seja comprovado mais de um perfil da ganhadora, haverá outro sorteio;
-O sorteio acaba  no dia 14/05
-Todas as regras e chances extras serão conferidas.
-O envio do premio é de total responsabilidade da Hippie Massa Brazil 




terça-feira, 15 de abril de 2014

Os benefícios do banho frio, o melhor para a saúde


Se você adora uma ducha de água morna assim que acorda ou no fim do dia, quando volta do trabalho, da escola ou faculdade, vamos jogar agora uma ducha de água gelada nesse seu gosto: banho morno resseca a pele, o cabelo e não tem os benefícios para a saúde que tem o banho frio.


É velho o uso da água para fins.


medicinais.


Hipócrates, o pai da medicina, prescrevia a água de nascente para tratar doenças.


No Oriente, desde tempos remotos, os praticantes de ioga têm recomendado banhos de água gelada para aumentar a imunidade contra gripes e resfriados.

A tradicional medicina chinesa também recomenda o tratamento com água gelada.

No Ocidente, o padre alemão Sebastian Kneipp, na década de 1860, disse ter sido curado de uma doença terminal tomando banho gelado no Rio Danúbio.



Kneipp também preconizava, como agente curativo, a alternância de banhos quentes e gelados.

Seu livro, My water cure (Minha cura pela água) , de 1886, ainda hoje é publicado.

Infelizmente, a cura pela água fria foi esquecida nesta era de conforto e de banheiros bem equipados.

Os defensores do banho frio afirmam que:

- ele aumenta a circulação;
- ele fortalece e melhora a pele;
- ele reforça o sistema imunológico;
- ele melhora o humor;
- e ele revigora o corpo.

Cientificamente, há pesquisas comprovando os benefícios da água gelada.
Em 1987, um estudo europeu comparou um grupo que tomava banho frio com outro de pessoas que não tomavam, durante seis meses.

Os pesquisadores descobriram que os resfriados no primeiro grupo eram “significativamente em menor número, mais leves e duravam ligeiramente um pouco menos”.

Em outro estudo, realizado em Praga, República Tcheca, pesquisadores observaram o que ocorria no corpo de homens saudáveis que mergulhavam em água fria.

O resultado foi um aumento na contagem de células brancas, as responsáveis por nossa imunidade.

Em Berlim, na Alemanha, experimentos da Faculdade de Medicina da Universidade de Humboldt mostraram que a alternância entre duchas quentes e duchas frias aumenta a resistência às infecções respiratórias.
Mas os benefícios do banho frio não param aí.

Em Londres, pesquisa do Instituto de Trombose revelou que, além do aumento da circulação sanguínea, imersões diárias em água fria estimulam os testículos a produzir mais esperma.

COMO TOMAR BANHO FRIO (PARA OS QUE NÃO O TOLERAM)

Se você não tolera banho frio, faça o seguinte:

- 1. abra a torneira do chuveiro e fica debaixo dele por cerca de 30 segundos, ou o tempo necessário para molhar o cabelo;
- 2. feche a torneira;
- 3. passe xampu no cabelo, espalhando-o bem;
- 4. abra a torneira e fique novamente debaixo do chuveiro, o tempo suficiente para tirar todo o xampu, mais ou menos de 30 segundos;
- 5. feche a torneira e saia;
- 6. passe o condicionador;
- 7. abra a torneira, entre e enxágue o cabelo;
- 8. fecha a torneira;
- 9. ensaboe bem o corpo;
- 10. abra a torneira, entre e tire todo o sabonete do corpo.

Tudo isso deve durar cerca de cinco minutos.

ALGUMAS OBSERVAÇÕES

Não permaneça muito tempo debaixo da ducha fria, pois isso pode dificultar a circulação.


Se tiver problemas de saúde, como a doença de Reynaud e hipertensão, consulte seu médico.

fonte: http://www.curapelanatureza.com.br/



Banner Arte com Sabor